segunda-feira, 23 de novembro de 2009

2012


Calma, o mundo não vai acabar....só vai virar uma grande piscina. Pelo é o que nos conta o diretor Roland Emmerich nessa sua esperada obra de ficcção/aventura/científica. O cara que adora destruir os EUA agora radicaliza e passa uma vassoura geral, sobrou até pro nosso Cristo que despenca aos pedaços junto com todo o Rio de Janeiro numa pequena mas significativa presença do Brasil neste filme, que chama tanto a atenção, dada a possibilidade de um fim tão próximo e tão assustador. Bom....o susto prometido, fica só no imaginário, o que vemos na tela são super-herois americanos de carne e osso como você eu, porém capazes de escapar de erupções vulcânicas, gigantescas bolas de fogo caindo como chuva e o pior, do solo se abrindo e levando tudo para...sei lá, o buraco não tem fim. Ah mas os mocinhos do filme, uma família moderna, simples e sem nenhum poder aparente consegue escapar de tudo isso e muito mais a bordo de velhos treilers, limosine, aviões e por fim.....ah, não vou contar né!

Os efeitos especiais da equipe de Roland são verdadeiramente incríveis, mas peca-se pela forma banal com que os heróis descrevem tamanha destruição. É possível inclusive dar boas gargalhadas em cenas "dramáticas" em que pessoas despencam em profundos abismos dada futilidade com que os protagonistas encaram a trágica realidade do filme. Mas são possíveis momentos de incríveil emoção que nenhum efeito especial consegue arrastar, claro, trazidos aqui pela experiência de Danny Glover como um presidente preocupado com o povo e pela sensível cena de despedida dos velhinhos George Segal e Blu Mankuma à seus filhos ao telefone de um navio enorme prestes a ser sugado por um tsunami, momentos que só grandes atores conseguem despertar num filme em que os protagonistas são os computadores. Para aqueles que não gostam de filmes no estilo "forçando a barra pra valer"...

Entre Parenteses: Missão Impossível, Duro de Matar 4 e por ai vai....

...não gaste seu $$ nem perca seu tempo(diga-se de passagem são quase 3h de filme) porque o mocinho vivido por John Cusack escapa de ciladas que nem mesmo seu outro herói, o Incrível Hulk teria chance. Agora se você adora uma boa aventura, como eu hehe, vá e aproveite porque a tal profecia dá espaço a uma deliciosa aventura daquelas que muito em breve fará sucesso na sessão da tarde, temperatura máxima, tela quente, tela de sucessos e por ai vai.

Dica: vá ao cinema, coma pipoca enquanto vê o filme, desligue o celular, tire os calçados, mude de posição as vezes se o filme for muito comprido, ria e comente as cenas com sua cia, ou consigo mesmo, chore de cantinho quando se emocionar, deixe a lágrima rolar e ria pra valer quando tiver graça. Vá ao cinema, esperar o filme sair em dvd pra ver no conforto da sua casa é coisa mais bagaceira que existe. Vá ao cinema!!

Boa semana

Um comentário:

Fique por dentro! Diferença entre Racismo e Injúria Racial

Racismo é a discriminação social baseada no conceito de que existem diferentes raças. Injúria é a ação de ofender a honra e a dignida...