segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O Carácter do Destino




Não só as coisas acontecem com as pessoas, (...) cada um gera também aquilo que acontece consigo. Gera-o, invoca-o, não deixa de escapar àquilo que tem de acontecer. O homem é assim. Fá-lo, mesmo que saiba e sinta logo, desde o primeiro momento, que tudo o que faz é fatal. O homem e o seu destino seguram-se um ao outro, evocam-se e criam-se mutuamente. Não é verdade que o destino entre cego na nossa vida, não. O destino entra pela porta que nós mesmo abrimos, convidando-o a passar. Não há nenhum ser humano que seja bastante forte e inteligente para desviar com palavras ou com acções o destino fatal que advém, segundo leis irrevogáveis, da sua natureza, do seu carácter.

Sándor Márai, in 'As Velas Ardem Até ao Fim'

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Quem cala consente?...não exatamente.


Tudo bem, eu entendo seus medos...
tudo bem, eu entendo a insegurança...
tudo bem eu entendo até mesmo a fraqueza.
Mas o silêncio, esse eu não posso entender.
Ele trás consigo o fermento de minhas incertezas
e as torna fortes inimigas de minha razão.
Quem dera o homem entendesse responsabilidade a sua virtude maior,
assim tudo o que provoca no outro teria um entendimento único
e se buscaria sempre a paz de espirito para todas as partes

BRINCADEIRAS E JOGOS EDUCACIONAIS

GUIA PRÁTICO PARA ACALMAR TURMAS AGITADAS ATENÇÃO PROFESSORES E EDUCADORES!!!  A turma tá muito agitada??? As vezes é difícil ...